Não só em nosso país, mas em todo o mundo, o empreendedorismo feminino está passando por uma transformação. A cada ano, a presença de mulheres em diferentes áreas recebe mais atenção porque contribui não apenas para mudanças na economia, mas também na lógica da sociedade em que vivemos.

De acordo com uma pesquisa realizada pelo Certificado Cursos Online, plataformas que têm diversos cursos, como, por exemplo, Curso de Informática, analisam perfis de diversas mulheres empreendedoras ao redor do Brasil – nosso país tem o 7º maior percentual de mulheres à frente de seus próprios negócios. Bem, esse é um número impressionante.

Segundo outro estudo, alcançar esse status é o terceiro maior sonho das brasileiras. As mulheres empreendedoras não são exceção, pois ter a própria empresa pode representar vitória em diversos sentidos profissionais e pessoais, pois as mulheres brasileiras ainda enfrentam diversos obstáculos e lutam com diversos preconceitos e tabus impostos pela sociedade.

Por causa disso, os desafios que as mulheres empreendedoras enfrentam no Brasil e ao redor do mundo são ligeiramente diferentes. E não cometa o erro de pensar que depende da economia das empresárias, a desconfiança na acessibilidade das mulheres não tem nada a ver com dinheiro e continua sendo uma realidade constante em muitas áreas da indústria, comércio e sociedade.

Acho que é um atraso em muitos aspectos, pois acreditamos que existe um poder das mulheres como grandes profissionais e líderes de empresas.

O empreendedorismo feminino é algo bom, pois ele pode gerar mais empregos, mais renda, visa melhorar a economia, os mercados e fortalece o Brasil.

Por conta disso, não existem motivos para não apoiar esse movimento de empreendedorismo feminino.

 

Empreendedorismo feminino e os seus desafios

É muito importante que você busque conhecer a melhor forma de lidar com todas essas possíveis dificuldades, então vejamos quais são os principais desafios que as mulheres enfrentam e como o empreendedorismo feminino pode ir além.

Veja:

 

Preconceito

Sem dúvida, esse é um dos maiores obstáculos para as mulheres superarem, já que o preconceito masculino ainda continua muito comum no ambiente de negócios. Embora tenha havido progresso nesse sentido, a imagem da mulher ainda é geralmente associada à imagem de “bonita, digna e caseira”, cuja única responsabilidade é cuidar dos filhos e das famílias. Ainda há um equívoco de que eles não estão aptos a assumir responsabilidades e que são melhores para serem liderados do que para serem líderes.

Discordo totalmente dessa ideia, conheço grandes empreendedores, donos de pequenas, médias e grandes empresas, e eles não perdem para ninguém. Há várias empreendedoras, das mais diversas áreas, que quebram paradigmas, casos de sucesso de empreendedorismo feminino com resultados que podem estar acima da média.

 

Lidar com as cobranças

Também devido ao preconceito, às mulheres empreendedoras podem ser muito mais exigentes do que os homens. Quando uma mulher faz certo, muitas pessoas dizem que é sorte, e é injusto não admitir que na verdade é fruto de sua habilidade e trabalho.

Existem diversos desafios que enfrentamos todos os dias, e a maioria dessas dores vem das inúmeras demandas internas que fazemos. Além disso, a mulher é constantemente bombardeada por pressões de todas as direções: do esposo e dos filhos, e ela precisa ter muita flexibilidade e inteligência com o objetivo de superar os desafios e seguir em frente com determinação e força , para seus sonhos.

 

Coordenar a vida pessoal e profissional

Ser capaz de gerenciar sua empresa e sua vida fora dela é outro desafio para os empreendedores. Para não descuidar dessas áreas, é fundamental sempre contar com o apoio de familiares e amigos.

Nos primeiros dias de começar um negócio, esta pode ser uma tarefa mais difícil, pois leva um certo tempo até que você consiga adaptar seu negócio e torná-lo mais gerenciável, o que quase leva tempo e dedicação à empresa e seus requisitos. Como resultado, você passa menos tempo com seus filhos, parentes, parceiros e amigos, o que pode causar algum conflito e exigir mais das mulheres.

 

Falta de suporte

Todos os fatores que abordamos podem ser resumidos como sendo um grande  desafio da falta de apoio, que diversas vezes ocorre quando o preconceito, a cobrança excessiva e a dificuldade de aceitar mulheres que são profissionais e empreendedoras, além de esposas ou mães que buscam realizar Ela sonha e constrói uma empresa de sucesso.

Como se tudo isso não bastasse, há falta de apoio quando os investidores hesitam em investir em empresas que são lideradas por mulheres, bancos que não lhes dão o crédito necessário para investir na expansão dos negócios e até quando os governos são burocratizados. São muitos processos. Há uma empresa regular que começa a empreender.

 

Superação

Como vimos, existem muitas dificuldades no mundo do empreendedorismo feminino, mas se você pensa que esses desafios podem fazer as mulheres desistirem de suas carreiras, está muito enganado. Na verdade, tudo isso, embora frustrante às vezes para as mulheres empreendedoras, é uma motivação adicional para superar suas limitações, continuar acreditando em suas ideias, abrir suas empresas, ser proficiente em gestão e, o mais importante, que sejam persistentes, tenazes e auto-motivado até que seus sonhos se tornem realidade.

Portanto, se você é mulher e deseja trabalhar dentro do ramo do empreendedorismo, sempre acredite em você, faça a diferença no nicho que você trabalha, vise sempre uma empresa que representa a sua missão, visão e valores. Invista sempre em cursos e seminários, como, por exemplo, se deseja abrir um salão de estética, faça um Curso de Maquiagem Online ou presencial.