Tag: marketing digital (page 1 of 1)

Relações sexuais sem camisinha e os erros mais comuns usando camisinha

O uso de preservativos é sempre a melhor garantia de proteção durante a relação sexual. Contanto que você o use bem, o que não, é algo para ser dado como certo.

4 em cada 5 não sabem usar preservativos

A maioria das pessoas que afirmam que não o amam… na verdade não sabe usar preservativos. São 4 em cada 5, embora a querida e velha camisinha seja o único anticoncepcional que protege não só de gravidez indesejada, mas também de doenças sexualmente transmissíveis (DST), com índice de confiabilidade que chega a 99%. 

Como não usar camisinha

Casais que não sabem usar camisinha são muito comumente cometidos por um desses erros: o apressado “correr para a camisinha”, como se a camisinha tivesse escapado. O preservativo tem entre 90% a 95% de eficaz contra gravidez indesejada e DST, os preservativos podem ser achados em farmácias, postos de saúde e sex shop online.

Aqueles que não pretendem ter tempo para o ritual de “vestir” incorrem duas vezes mais no rompimento e duas vezes mais no desfile daqueles que aprendem a considerar esse momento sagrado. O estudo, realizado em 512 pessoas, também revelou que, se você usar os dentes, unhas ou objetos pontiagudos ainda piores na pressa de quebrar a embalagem, o percentual de quebra pode triplicar. Por isso recomenda-se ter calma na hora de colocar a camisinha sex free para não arriscar perfurar a mesma, evitando contaminações, ou uma gravidez indesejada.

Relacionamento inseguro por apenas alguns segundos

A relação sexual desprotegida por alguns segundos é um método contraceptivo 100% malsucedido! Especialmente se usado após uma ejaculação. O fluido seminal pode transportar qualquer esperma deixado na uretra. O ritual do preservativo, que deve ser usado antes de cada penetração imediatamente após a ereção e trocado a cada vez, mesmo durante a mesma noite, pode ser considerado uma preliminar muito interessante. Basta aprender a aproveitar o momento e transformá-lo, com imaginação, em um jogo que multiplica a emoção. 

Há outros erros que se repetem mais ou menos em todos aqueles casais que dizem que não amam, mas na verdade não sabem usar camisinha. Aqui estão os mais comuns:

Usando os lubrificantes íntimos errados

Entre os hábitos frequentes de quem não sabe usar o preservativo, está o uso de lubrificantes à base de óleo (geralmente derivados do petróleo), que podem comprometer a vedação do preservativo e aumentar o risco de rompimento. Lubrificantes à base de água ou à base de silicone.

O tamanho errado do preservativo

Há uma razão pela qual sempre teve o medidor de pênis em primeiro plano e continua a proclamar sua utilidade absoluta. Você se lembra daquela vez em que seus amigos lhe deram aquela camisa que você tanto desejava… e quando, vestindo-a na hora de alegria, você descobriu que não caberia mesmo depois de uma semana de jejum? Certamente o embaraço geral terá permanecido impresso em você. Valorize… e evite repetir a cena debaixo dos lençóis!

O preservativo duplo

Pelo contrário. Assim como você nunca colocaria dois pares de sapatos um em cima do outro em tempo chuvoso para evitar molhar os pés, evite fazer pilhas de preservativos. Usar mais de um ao mesmo tempo não só não diminui os riscos, mas os aumenta: o atrito entre dois preservativos pode, de fato, levar à ruptura mais facilmente.

Estratégias de marketing digital para sex shop online

Unidades de trabalho online, o mercado está pronto, mesmo que muitas vezes e de boa vontade falar sobre isso ainda seja um tabu. Para muitos pode parecer óbvio, enquanto outros ainda não estão completamente convencidos: o marketing digital tornou-se agora uma parte importante em todos os setores, tornando-se de fundamental importância para aqueles negócios que decidem abrir uma loja online ou mudar de parte de seus negócios para o mundo digital, independentemente do setor em que atuam.

 

 

É claro que as lojas de sex shop não são exceções a essa grande regra.  Para vender online é preciso enfrentar uma série de etapas que levam o usuário de simples visitante do site a se tornar cliente.

 

Ao contrário de uma loja física, um e-commerce não pode contar com visitantes que entram porque, ao passarem em frente, foram atraídos pela vitrine, pelo perfume, pela cantiga ou por outra coisa que chamou sua atenção. Uma loja online para receber novas visitas precisa de se mostrar, dar-se a conhecer e ter uma forte presença online . Só assim ele poderá mostrar aos usuários sua própria vitrine virtual.

Para os sex shop, o assunto pode parecer mais complexo, pois em algumas das plataformas mais populares o setor está sujeito a algumas limitações. Obviamente, isso não é um problema se você tiver uma estratégia alternativa que permita que a loja se dê a conhecer por outras vias.

Sex Shop: um setor em crescimento

Esta indústria está crescendo em todo o mundo. Milhares de pessoas estão procurando informações cada vez mais detalhadas sobre brinquedos sexuais. À medida que a demanda cresce, a oferta também está experimentando um forte aumento, com as lojas online se tornando uma tendência.

Cada vez mais pessoas se aproximam desse setor movidas pelo desejo de mudar de emprego ou encontrar alternativas após um período tão incerto e de grande crise. 

 

Talvez justamente por causa desse tabu, as lojas online estejam tendo maior sucesso do que as lojas físicas. Além disso, como já foi dito, a demanda por esses produtos está crescendo fortemente com previsão de expansão ainda mais nos próximos 5 anos. 

Como vender brinquedos sexuais online

Além das clássicas lojas físicas que vendem brinquedos sexuais, há vendas online por meio de um site de e-commerce . Fazer um e-commerce é muito mais seguro do que uma loja tradicional, principalmente porque o investimento inicial é bem menor. Antes de tudo, é necessário o site de e-commerce, isso deve ser cuidado tanto do ponto de vista estético, através de sliders, banners e logotipos, quanto do ponto de vista funcional para ter uma experiência de compra fácil, então divida cada produto dentro de sua própria categoria e tenha uma descrição detalhada dos produtos com fotos claras. 

Quanto ao envio e compra de produtos propriamente ditos, existem duas opções: a primeira é decidir comprar a mercadoria e fazer um armazém administrando tudo por conta própria, incluindo a preparação das embalagens e envio, ou pode recorrer a um serviço em que o site está sincronizado com o armazém de um fornecedor externo que cuida tanto do armazém como do envio, este sistema de sex shop online de dropshipping é muito funcional. Obviamente, a diferença entre às duas opções é o preço. 

Para que seu site seja notado pelo maior número de pessoas possível, é importante ter uma estratégia de comunicação. Isso envolve análise do target, concorrentes e posicionamento de mercado. A parte mais importante, no entanto, é a presença do seu negócio nas redes sociais: Instagram e Facebook. A postagem contínua de conteúdo e o uso das palavras-chave corretas gerarão muito tráfego para sua página e atrairão muitos clientes em potencial. No entanto, se não tiver a certeza se a sua estratégia funciona, pode sempre recorrer a agências profissionais como a nossa que lidam com marketing digital no setor de sex shop e o ajudam a crescer e melhorar o seu negócio.

Como superar a dificuldade de vender brinquedos sexuais online 

Superado o constrangimento inicial de nos vermos falando de vibradores e acessórios BDSM, percebemos que a criação do site e a gestão das redes sociais, com patrocínios relacionados, se mostraram um desafio bastante difícil. Por se tratar de produtos relacionados ao mundo do sexo, na verdade, temos que lidar com as políticas do Google e das redes sociais, que não só não permitem a publicidade desses produtos por meio de postagens patrocinadas e Google Ads, como limitam fortemente o uso de imagens demasiado Explícito. Então, como vender sexo sem ser explícito?

No entanto, optamos por aceitar este desafio, e dar o nosso melhor: muito do nosso trabalho centrou-se na criação de sites intuitivos e fáceis de navegar, com um menu claro e fácil de usar (o que não é tão óbvio, especialmente para este setor). Não podendo pagar para posicionar estas sex shops nos motores de busca, é possível implementar um trabalho orgânico de SEO, através da optimização constante das páginas para os motores de busca e da elaboração de um plano editorial de artigos do blog, publicados semanalmente no local.

No que diz respeito às redes sociais,   é preciso escolher fotos que deixem muito espaço para a imaginação e escrever textos cativantes e descrições de produtos, que convidem o usuário a visitar o site para saber mais. 

Não escondemos o fato de que este é um verdadeiro desafio: no Instagram e no Facebook, você precisa pensar de maneira diferente para se adaptar às regulamentações restritivas, mas ainda assim apresentar seu catálogo de produtos da melhor maneira possível. Por experiência lhe dizemos não haver setor em que você não possa ter resultados com uma boa estratégia digital, e que é importante ter sempre a mente aberta e o apoio de uma equipe de redatores, especialistas em anúncios e gerentes de mídias sociais capazes de lidar com o setor com profissionalismo e singularidade. 

Onde investir no marketing digital – entenda

O grande dilema da atualidade quando o assunto é Marketing Digital é saber quais critérios devem ser levados em conta na hora de investir na divulgação no ambiente online. O que dará mais resultado para uma empresa? O que a persona (perfil semifictício, baseado em consumidores reais) deseja? Qual é o objetivo? Quanto de orçamento está disponível?

Além de ter resposta para todas as perguntas, é preciso encaixar tudo isso com uma das estratégias. Pode parecer fácil, mas não é, já que existem mais de 25 meios de trabalhar o Marketing Digital. Alguns você já deve ter ouvido falar, como Redes Sociais e Google Ads, outros como Remarketing, nem tanto.

Para elaborar uma estratégia mais assertiva e que te ajude a obter o que tanto deseja, contratar um bom profissional é fundamental. Mas não é tudo. Você também precisa conhecer um pouco sobre o que a internet pode fazer pela sua empresa.

Por isso, preparamos uma lista com as principais estratégias de Marketing Digital e vamos explicar sobre os principais benefícios de cada uma. Está pronto para dar mais um passo na extensão do seu negócio com a divulgação online? Então continue lendo.

Onde investir em Marketing Digital?

O marketing digital é importante para pequenas, médias e grandes empresas. O motivo disso é que hoje em dia, todo mundo recorre a ambientes digitais para pesquisar um serviço e buscar referência. Portanto, negócios que querem expandir devem aproveitar as vantagens proporcionadas.

Benefícios do Marketing Digital:

  • Possibilidade de mensurar resultados;
  • Flexibilidade no orçamento;
  • Segmentação de público, com base em geolocalização, faixa etária e interesses;
  • Possibilidade de adaptar a campanha em tempo real;
  • Mais dinamismo;
  • Mais interação com seguidores/visitantes.

Redes sociais

Trabalhar com Facebook, Instagram e Linkedin pode ser a melhor saída se você não tem muito dinheiro para investir.

Todo mundo tem, ao menos, uma rede social e usam para consumir conteúdos e publicidades. Levando em conta essa realidade, é possível divulgar seus serviços e empresas através de anúncios e atualizando frequentemente sua página para gerar interação.

E-mail marketing

Você já recebeu conteúdo de uma empresa no seu e-mail? Isso é o e-mail marketing. Nessa estratégia, a empresa envia conteúdos comerciais com o intuito de gerar uma identificação que leve a compra.

Há possibilidade de mensurar taxas de aberturas, quantidade de downloads feitos e mudar, caso necessário, para o próximo disparo.

Trabalhos com o Google

Você esclarece suas dúvidas no Google, tenho certeza disso. Mas já pensou aparecer entre os resultados da busca quando um cliente buscar por uma indicação ou uma resposta para pergunta feita? Isso é completamente possível através de duas estratégias: Google Ads e Marketing de Conteúdo.

As campanhas no Ads possibilitam que empresas se destaquem em meio às demais, pois aparecerão em destaque no buscador. Há bastante flexibilidade no orçamento e os resultados são imediatos, pois todos os investimentos serão feitos em visualização qualificada. Os anúncios só serão exibidos para público relevante. Entretanto, a partir do momento que parar de pagar, seu site parará de receber tráfego e leads.

O Marketing de Conteúdo, por outro lado, entrega resultados sólidos, porém a longo prazo. Essa estratégia de marketing digital consiste em publicação de matérias e informações relevantes em um site, utilizando técnicas de otimização (SEO), baseado em palavras-chaves buscadas. Em tese, é “de graça”. Não é preciso pagar ao Google para aparecer, porém é preciso fazer um planejamento detalhado para um objetivo seja alcançado. Portanto, recomendamos sempre a contratação de uma agência especializada.

Remarketing

Pessoas que tiveram contato com seu produto ou serviço através de campanhas de e-mail podem ser impactadas mais uma vez. Esse trabalho de busca reativar a base de clientes através da “sedução”. Um exemplo clássico é quando o Submarino envia um e-mail dizendo que esqueceu um item no carrinho.

Como saber qual é a melhor estratégia de marketing digital?

Para definir a melhor estratégia de marketing digital, você precisa entender muito bem sobre seu público-alvo. Procure conhecer os hábitos de consumo, principais formas de busca, interesses, localização e faixa etária. Assim você conseguirá fazer um planejamento muito mais eficiente e evitará investir em uma mídia que não é o foco de busca de seu público.

Além disso, recomendamos a contratação de uma agência de Marketing, pois garantirá que nenhum dinheiro seja desperdiçado com esforços inúteis.