O óleo de melaleuca é considerado uma cura milagrosa para a nossa pele. Porque nos protege das espinhas, tem efeito antibacteriano contra doenças de pele e protege o couro cabeludo da caspa.

Ele é originário da Austrália e ficou famoso como um remédio tradicional. Eles valorizavam a árvore do chá e seu óleo por suas  propriedades anti-sépticas, bactericidas e fungicidas.

A qualidade do óleo de melaleuca

O oleo de melaleuca puro tem uma cor límpida a ligeiramente amarela e tem um cheiro fresco, ácido e picante – não é uma fragrância agradável para narizes sensíveis.

Talvez seja exatamente por isso que confiamos que ele tenha um alto nível de competência médica. A qualidade do óleo é importante para sua eficácia:

  • O óleo de melaleuca é relativamente caro de extrair, especialmente quando é cultivado organicamente; 
  • Deve ser 100% natural, porque os óleos mistos geralmente são de baixa qualidade;
  • Se o gênero de planta “Melaleuca Alternifolia” for mencionado na garrafa, significa que o óleo da árvore do chá original;
  • Alguns fabricantes declaram seu óleo com a adição de “grau terapêutico”, o que significa que o óleo é puro e de “qualidade terapêutica testada”;
  • Uma olhada no rótulo prova a qualidade máxima: a proporção do ingrediente ativo terpinen-4-ol (substância vegetal secundária) deve ser de pelo menos 30%, a substância cineol (uma concentração muito alta pode irritar o trato respiratório e desencadear alergias) deve estar abaixo de 5%.

O óleo de melaleuca pode fazer pela nossa pele

A pele muito sensível pode se beneficiar melhor dos efeitos do óleo da árvore do chá com loções e cremes, nos quais ele é muito diluído. Alguns fabricantes agora oferecem produtos de óleo de melaleuca especialmente para peles muito sensíveis, porque reduz a vermelhidão e a coceira.

Dica: Primeiro inicie o tratamento cuidadosamente diluído e veja como a pele reage a isso.

1. Óleo de melaleuca para espinhas e manchas

O efeito anti-séptico do óleo é indiscutível. Ele mata bactérias e fungos – isso já foi comprovado em estudos. Os cientistas descobriram que é particularmente emocionante que o óleo da árvore do chá ajuda contra a acne bacteriana.

Em um estudo australiano, o óleo de melaleuca foi tão eficaz na pele manchada quanto o conhecido, mas também mais agressivo agente peróxido de benzoíla (que coça, queima e, em experimentos com animais, promove tumores de pele).

Os pesquisadores australianos, portanto, recomendam produtos com óleo de melaleuca para acne leve a moderadamente severa e para pele com manchas – mas a concentração do óleo não deve ser inferior a 5%.

2. Óleo de melaleuca para os lábios

Um remédio caseiro que ajuda a prevenir a sensação de formigamento: se você tem tendência a herpes, pode prevenir o próximo surto com um protetor labial que contém óleo de melaleuca. 

3. Ajuda rápida com picadas de insetos

Uma gota de óleo de melaleuca na picada de um inseto não deve apenas combater a coceira, mas também prevenir a inflamação no local da punção.

4. Óleo de melaleuca para o cabelo 

O óleo de melaleuca pode fazer muito mais: por exemplo, é incorporado a shampoos anticaspa, porque seus efeitos promovem a circulação sanguínea no couro cabeludo e matam fungos.

Mesmo que os estudos ainda estejam pendentes, o óleo de melaleuca tem uma reputação – pelo menos como medida preventiva – contra piolhos. Para crianças com piolhos por perto, os naturopatas recomendam adicionar três gotas de óleo da árvore do chá ao shampoo.

Tenha cuidado com a vida útil do óleo de melaleuca

O óleo de melaleuca deve ser armazenado em local fresco e escuro, por não mais do que meio ano. E é melhor não comprar onde já está juntando poeira nas prateleiras ou na vitrine.

Nossa dica: É melhor comprar na em lojas especializadas, onde eles estão bem familiarizados com o armazenamento e o modo de ação do óleo de melaleuca.